Escriba de Broalhos cronicando cenas no belogue sobre cultura audiovisual e artística

Pintura Romântica

É na pintura que o movimento romântico vai encontrar a sua mais forte expressão. Encontrou expressão por toda a Europa e pelos Estados Unidos. Géricault e Delacroix, na França; Friederich, na Alemanha; Turner e Constable, na Inglaterra; Goya, na Espanha.

Em Portugal, cingiu-se a uma expressão dispersa, pouco consistente, essencialmente impulsionada por estrangeiros radicados ou de passagem. Praticou-se especialmente a Paisagem naturalista, a História Medieval, a Vida rural e mística e o Retrato. Alguns dos grandes nomes nacionais desta corrente são Roquemont (focado na vivência campestre), Luís Pereira Menezes (grande retratista), Tomás da Anunciação (preferiu cenas bucólicas, e foi acima de tudo Naturalista), Francisco Metrass (exalta episódios históricos de grande relevância simbólica em Portugal).

Os “Nazarenos“, grupo alemão neoclássico inspirado pela Roma renascentista, será uma das principais influências da pintura desta corrente (estes almejavam uma arte depurada, que regressasse à valorização espiritual, ao virtuosismo artístico do Renascimento). Entre os principais seguidores dos Nazarenos, estão os “Pré-Rafaelistas“, que reagiram contra a Academia, centrada no Renascimento, para se focarem no Gótico e no Renascimento anterior ao pintor Rafaello Sanzio. Estes pintores ingleses tardo-românticos criaram a transição da Pintura para o Realismo e para o Simbolismo.

O Pintor Romântico faz valer a sua expressão pessoal, libertando-se dos ditames da encomenda externa para seguir os impulsos artísticos dos seus estados de espírito. Deste modo de pensar a Arte, nasce uma Pintura individualista e diversa, que inova tanto na forma como na plástica (representando mesmo o advento da grande renovação pictórica que acontece no início do século XX)

As Temáticas da Pintura Romântica passam por representações:

  • Históricas – de que se preferem os episódios medievais, numa leitura enaltecedora do herói idealista e abnegado que se entrega à sua causa;
  • Literárias – buscando inspiração nos romances de cavalaria medievalescos, nos clássicos (como Virgílio) e nos renascentistas (como Dante ou Shakespeare);
  • Mitológicas – nórdica e cristã, com grande acentuação no misticismo e espiritualidade da mensagem;
  • Retratistas – de ofício ou honra, mas também de populares anónimos, e, por regra, em representações subjectivas, emocionais, psicológicas;

Contudo, a Pintura Romântica vai incidir sobre novos referentes, como:

  • Temáticas da Actualidade coeva socio-política, como desastres, reinvidicações sociais, lutas nacionalistas e libertação de minorias etnicas (sendo a pintura romântica muitas vezes marcada por um sentido intervencionalista);
  • Temáticas Oníricas, em que se explora a imaginação do autor, as suas fantasias, sonhos, o subconciente e absurdo dos seus pensamentos;
  • Costumes populares, tradições e hábitos folclóricos
  • Civilizações exóticas, não-europeias, como o Norte de África, a China ou a Índia;
  • Vida Animal
  • Paisagens, numa representação emocional, em que o autor usava a Natureza para espelhar seus sentimentos/estados de espírito.

GÉRICAULT – obcessecado com o dramatismo heróico e a condição humana, reflectidos com exacerbada emoção.

DELACROIX – orientalista, sensual, cruel, dirigido à mensagem política, expressando-se através da exaltação dos sentidos.

FRIEDERICH – prefere paisagens inóspitas e agrestes, em que o Homem representa uma oposição, uma perturbação do estado indómito natural, sugerindo meditação, devaneios interiores, comoção; é parco em detalhes e mantém o público em certa suspensão/indefinição.

CONSTABLE – é dos que mais veracidade imbui às suas representações da Natureza (nas formas, cores e ambiências), ainda que não deixe de transformá-la, numa composição idílica de grande sensibilidade e poesia (“a pintura não é senão outra palavra para sentimento”).

TURNER – entrega-se frequentemente a cenas marinhas, por diferentes ambientes climáticos,  muitas vezes desenhando uma baixa linha de horizonte e atribuindo grande peso visual ao céu, cujos jogos de luz e cor quase se tornam precursores do Impressionismo. Apesar de a presença humana não ser estranha às suas obras, é normalmente cingida a um segundo plano, em prol da própria Natureza envolvente.

GOYA – muita da sua obra é marcada de um tom sinistro, trágico; seus retratos são ecléticos, extendendo-se pelas várias castas da sociedade.

A Execução da Pintura Romântica

A espontaniedade e a o individualismo marcam esta forma de Arte. Recebe ainda muitas influencias do academismo neoclássico, usando tratamentos de claro-escuro realistas e naturalistas, comportando excepções que simplificaram o desenho das formas e as sombras, estilhaçando as noções de tridimensionalidade. Os valores emocionais da cor ganharam grande destaque nas preocupações do autor, que criaram fortes constrates e intensas transições de claro e escuro, obtendo dramatismo luminoso para exacerbar a sentimentalidade e expressividade. Frequentemente, os artistas traduziam as suas ideias tão-somente através de aguadas, esboços ou formas pictóricas incompletas, que lhes valeram a rejeição por parte das autoridades académicas.

O trabalho a cor foi preferido sobre o desenho linear, e preferiu-se o óleo e a aguarela, com pincelada fluída e espontânea (entre outras novas formas de trabalhar os meios actuantes, como a aplicação das tintas com esponjas ou com os dedos), o que reduzia a nitidez dos volumes.

As estruturas na composição são movimentadas, desequilibradas, sinuosas, oblíquas, desviando os focos de atenção. A figura humana é representada em escorço, não obedecendo aos cânones clássicos, movendo-se de forma dramática.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s