Escriba de Broalhos cronicando cenas no belogue sobre cultura audiovisual e artística

Escultura Renascentista

Detalhes d' "As Portas do Paraíso", de Ghiberti (nome da obra vem de Michelangelo)

A Escultura Renascentista é o culminar de um processo evolutivo que começa na Escultura Gótica e no reencontro com a cultura greco-romana, pelo que a Escultura Renascentista é profundamente marcada pelas influências do pensamento classicista e humanista desta época – esta estatuária é pensadas à medida ideal humana, recuperando o nu humano, a representação equestre e o retrato greco-romanos, usando os seus cânones e reinventando-os com especial atenção ao realismo, ao dinamismo, naturalismo expressivo e anatómico, e à racionalização, à matematização da composição das figuras, que se inspiram em modelos reais.

A estatuária, além de se manifestar como relevos (em especial, sobre frisos ou pórticos), ganha também autonomia da arquitectura, adoptando-se o vulto redondo, encontrando-se novas opções de explorar a volumetria das figuras. Apuram-se as formas de explorar a tecnicidade diversa de materiais como o bronze, o mármore, madeiras (os mais populares).

"David", de Michelangelo

Alguns dos primeiros grandes nomes da escultura foram Jacobo della Quercia, com relevos simples mas volumetria e expressividade mestres; Lucca della Robbia, que se especializou no barro, mas fez relevo em mármore no coro da Catedral de Florença; Andrea del Verocchio, um dos principais trabalhos escultóricos é “Colleoni“, uma estátua equestre, mas chegou a pintar a lado de Leonardo.

Lorenzo Ghiberti – primeiro escultor florentino a trabalhar vultos redondos; seu principal trabalho foram as portas do Baptistério de Florença, altos-relevos em bronze dourado, de temática religiosa, com composições dramáticas e detalhe naturalista e arquitectónico; modelação corporal pioneira, que recorre ao “contraposto” clássico, que com uso de perspectiva linear cria a ilusão de profundidade; e cinzelamento acentuado ou atenuado para aludir a um claro-escuro.

Donato Donatello – seu trabalho caracteriza-se pela modelação anatómica do vulto redondo e pela imaginação compósita e figuração sensível e expressiva; seus principais trabalhos foram “David”, o primeiro nu à escala real desde a Antiguidade, e “Gattamelata“, uma estátua equestre, inspirada na de Marco Aurélio, imperador romano cuja representação  é das únicas da modalidade equestre que chegaram aos renascentistas.

Estátuas Equestres de Colleoni, Marco Aurélio e Gattamelata

Antonio del Pollaiuolo, já pertence ao Alto Renascimento e mostra traços de expressividade e dinamismo maneiristas, mantendo ainda assim o rigor anatómico; seu principal trabalho escultórico foi o túmulo do Papa Inocêncio VIII.

Michelangelo – na última fase do seu trabalho, demonstra já traços maneiristas, mas é considerado um artista e um homem renascentista por excelência, como Leonardo da Vinci; trabalhou principalmente para os Medici e para o Papado; da sua escultura, são mais importantes “David”, a “Pietà” e “Moisés”, e os túmulos do Papa Júlio II e dos Medici.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s