Escriba de Broalhos cronicando cenas no belogue sobre cultura audiovisual e artística

“A Bela e o Paparazzo”

"A Bela e o Paparazzo", de Vasconcelos

Filme de 2010, por António-Pedro Vasconcelos; uma comédia romântica com nomes como Soraia Chaves, Marco D’Almeida ou Nuno Markl.

O filme gira sobre a insistente invasão da “imprensa cor-de-rosa” na privacidade de celebridades, da pressão envolvida nos meios mediáticos. A história revolve essencialmente em torno de um amor impossível: uma vedeta televisiva e o paparazzo que a persegue. Simultaneamente, segue a história dos companheiros de andar do paparazzo, que pretendem proclamar a independência do condomínio e criar um novo estado.

É um filme aprazível, simples, curto, humorado, inspirado, ainda que o enredo seja algo previsível ou se possa mesmo achar injustificada alguma comédia do Nuno Markl, por vezes “fácil”, como piadas de teor sexual, ou as frases que aparecem nas suas t-shirts.

No estilo mainstream do realizador, agradável mas não descabido de arte, com uma participação secundária de Vasconcelos actuado em frente à câmara, já recorrente nos seus trabalhos.

O filme contou com um single de Jorge Palma, “Tudo por um beijo”, usado da produção e promoção do filme.

One response

  1. obiwan

    Filme cuidado, com doses de humor equilibrado a vêr com tranquilidade

    3 de Fevereiro de 2010 às 14:34

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s